Clique aqui para obter uma tradução automática do texto seguinte.
Indústrias marítimas: Comité das Regiões Europeu exorta próxima Comissão a fazer do setor marítimo uma das suas prioridades  

Os municípios e as regiões apelam para a consciencialização para as oportunidades de desenvolvimento e as ameaças enfrentadas pelas indústrias marítimas europeias. O Comité das Regiões Europeu (CR) pede que se apoiem as indústrias europeias, a fim de contribuir para o êxito da sua transição ecológica e energética, bem como da sua transformação digital e revolução industrial, voltando a tornar atrativas as carreiras no setor. Em 27 de junho de 2019, o CR adotou em reunião plenária o Parecer – Nova Agenda Europeia para acelerar o desenvolvimento das indústrias marítimas , elaborado por Christophe Clergeau (FR-PSE), membro do Conselho Regional do País do Loire.

Na Europa, o setor das tecnologias marítimas é importante para o emprego, sendo diretamente responsável por mais de meio milhão de postos de trabalho. Cada posto de trabalho direto num estaleiro europeu cria, em média, mais sete empregos na região.

«Este parecer de iniciativa reafirma a necessidade de colocar a ambição marítima no centro do mandato da próxima Comissão e de adotar rapidamente um novo roteiro de política industrial para as indústrias marítimas após a Estratégia LeaderSHIP 2020. Neste sentido, a proposta de lançamento de um mecanismo denominado «European Sea Tech», para incentivar as regiões a criarem redes europeias em torno das cadeias de valor e dos novos desafios das indústrias marítimas, redes estas que reúnem os ecossistemas locais de inovação marítima, constitui um dos seus pontos fortes», salientou Christophe Clergeau.

Esses desafios devem ser superados num momento em que as indústrias marítimas estão cada vez mais expostas a uma nova concorrência asiática nos segmentos dos navios com elevado valor acrescentado, em que a Europa é atualmente líder. Esta concorrência, que procura apropriar-se das tecnologias europeias, é, segundo o relator, uma concorrência desleal caracterizada pelo dumping social e ambiental e, em grande medida, financiada por auxílios estatais.

«As indústrias marítimas devem contribuir para a transição ecológica, nomeadamente através do setor das energias marinhas renováveis, mas também para a criação de empregos sustentáveis e de qualidade, em particular na construção naval. Tal implica proteger a Europa da concorrência desleal que destrói o seu tecido industrial», afirmou Christophe Clergeau.

A importância de apoiar as comunidades costeiras, nomeadamente nas ilhas e regiões ultraperiféricas, e de investir na transformação e no desenvolvimento de atividades tradicionais como a pesca e a aquicultura é igualmente destacada no parecer.

O CR propõe ainda:

ter em conta todas as atividades marítimas, tanto históricas como recentes, e integrar os desafios transversais e críticos da transição ecológica, da digitalização e da robotização das indústrias;

explorar todas as oportunidades emergentes da economia azul e dos biorrecursos marinhos, tanto para as várias aplicações no mercado como nas novas tecnologias que permitam a sua valorização;

criar instrumentos de financiamento específicos que tenham em conta os riscos inerentes aos condicionalismos do meio marinho e ao ciclo longo do investimento;

reconhecer plenamente os portos enquanto plataformas da economia azul e efetuar uma transição rápida dos portos para as energias limpas e a descarbonização dos transportes marítimos, alavancas para o desenvolvimento da indústria marítima.

Informações adicionais:

European Maritime and Fisheries Fund 2021-2027 [Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas] – Legislação da UE em curso ( Briefing , janeiro de 2019)

Parecer de iniciativa: Parecer do Comité Económico e Social Europeu – Estratégia LeaderSHIP 2020: uma visão do setor das tecnologias marítimas para uma indústria marítima inovadora, sustentável e competitiva em 2020 (abril de 2018)

Contacto:

Wioletta Wojewodzka

Tel. +32 2 282 22 89

wioletta.wojewodzka@cor.europa.eu

Partilhar: