Clique aqui para obter uma tradução automática do texto seguinte.
Municípios e regiões apresentam as linhas gerais do próximo programa de ação ambiental  
O Comité das Regiões Europeu adota, por unanimidade, um conjunto de recomendações para melhorar a integração e a aplicação da legislação e da política ambientais na Europa

Não obstante as melhorias registadas nas últimas décadas, o ambiente na Europa continua a enfrentar desafios consideráveis. O capital natural está a ser degradado pela agricultura, pescas, transportes, indústria, turismo e expansão urbana. Os líderes locais denunciam a falta de integração política, de financiamento, de troca de informações e de coordenação para aplicar eficazmente a legislação ambiental na UE. Na fase que antecede a apresentação, pela Comissão Europeia, do Oitavo Programa de Ação em matéria de Ambiente, os municípios e as regiões europeus apresentaram um conjunto de recomendações para melhorar a aplicação da política e da legislação ambientais na Europa ao longo da próxima década.

Os membros do Comité das Regiões Europeu adotaram por unanimidade um parecer sobre o Oitavo Programa de Ação em matéria de Ambiente (PAA) , o futuro quadro da União Europeia que define as prioridades e os objetivos da política ambiental. O CR elaborou este parecer com base num estudo exaustivo publicado em 2018.

Embora a política do ambiente seja indubitavelmente uma das conquistas mais sólidas do processo de integração europeia, subsistem lacunas. Os membros denunciam a falta de integração política e as lacunas no que diz respeito ao financiamento, à partilha de informações e à capacidade administrativa. Os municípios e as regiões da UE instam todos os níveis de governo a reforçarem a coordenação, os conhecimentos e o intercâmbio de dados e a assegurarem mais eficazmente a garantia de conformidade.

O relator do parecer, Cor Lamers (NL-PPE) , presidente do município de Schiedam , e presidente da Comissão do Ambiente, Alterações Climáticas e Energia (ENVE) do CR, declarou: «O próximo PAA deve não só ser mais estratégico, integrado e flexível, como também dar resposta aos novos desafios tecnológicos e visar a inovação. Deve igualmente responder aos desafios mais prementes em matéria de transição, como a transição energética, a transição para uma economia circular e as transições para uma mobilidade limpa e uma cultura alimentar sustentável. Temos de relacionar o conceito de saúde humana com um planeta saudável e uma economia e sociedade em que os recursos são utilizados de forma responsável e eficiente. O nosso modelo económico tem de proteger a biodiversidade e basear-se na economia circular, assegurando crescimento, desenvolvimento e emprego suficientes que contribuam para uma sociedade saudável em que investimentos sustentáveis promovem modelos empresariais sustentáveis».

«A biodiversidade, a gestão dos resíduos, a qualidade do ar e o ruído são as áreas mais problemáticas na avaliação da aplicação da legislação ambiental na Europa», recordou Adina-Ioanna Vălean (RO-PPE) , presidente da Comissão do Ambiente, da Saúde Pública e da Segurança Alimentar (ENVI) do Parlamento Europeu. «É evidente que o êxito das nossas políticas ambientais – e, em particular, do PAA – depende da máxima inclusão dos municípios e regiões da UE», sublinhou a deputada ao Parlamento Europeu, Adina-Ioanna Vălean, na reunião plenária do CR.

Os municípios e as regiões, na sua maioria responsáveis pela aplicação das diretivas ambientais na Europa, assumiram a liderança e adotaram recomendações concretas para o próximo quadro da política ambiental da UE. Os membros solicitam que se dê prioridade à aplicação efetiva das normas existentes e rejeitam que as coimas recaiam sobre os órgãos de poder local e regional.

O CR apoia os incentivos aos governos locais e regionais que cumpram a política e a legislação ambientais e, inclusivamente, aumentem as suas ambições, e apela para a criação de mais sinergias entre as fontes de financiamento e os programas de financiamento público e privado.

Os membros propuseram que o próximo PAA apresentasse uma estratégia da UE para promover uma vida saudável para todos. O CR propõe um 8.º PAA simples e claro, com cinco capítulos principais: as transições, a inovação, a aplicação, os grandes desafios mundiais e a comunicação.

Os membros propõem reforçar a Plataforma Técnica Conjunta de Cooperação em matéria de Ambiente , um programa de cooperação interinstitucional exemplar, lançado em 2012. Esta plataforma, concebida como estrutura de diálogo permanente entre a Comissão Europeia e o CR, visa promover a aplicação da legislação ambiental e a cooperação entre as administrações locais e regionais e a UE.

O CR propõe a criação, no âmbito da Plataforma Técnica, de uma rede de embaixadores destinada a promover a aplicação da legislação ambiental a todos os níveis de governo. A RegHub , a nova rede do CR de polos regionais para a avaliação da aplicação das políticas da UE , deve também contribuir para melhorar a aplicação da política ambiental, detetando lacunas e oferecendo soluções específicas em todos os territórios da UE.

Os membros saúdam a proposta da Comissão Europeia de centrar o próximo Quadro Financeiro Plurianual (QFP) no desenvolvimento sustentável e na integração da política ambiental em todas as rubricas orçamentais. Contudo, o CR solicita que mais de 30% do orçamento seja reservado para a integração de considerações climáticas nos outros domínios políticos.

Desde a década de 1970, os programas de ação em matéria de ambiente têm orientado a política ambiental da UE. Atualmente, está em vigor o 7.º Programa de Ação em matéria de Ambiente, que termina em 31 de dezembro de 2020. A Direção-Geral do Ambiente da Comissão Europeia está em vias de concluir a avaliação do 7.º PAA, a apresentar na próxima Semana Verde, entre 13 e 17 de maio de 2019 . Em 16 de maio, o CR organizará um debate sobre o futuro PAA.

A decisão de apresentar o 8.º PAA será da responsabilidade da próxima Comissão Europeia, que tomará posse após as eleições europeias de 26 de maio. A execução da política ambiental é uma das prioridades de trabalho da Comissão ENVE para 2019 .

8.ª Cimeira Europeia das Regiões e dos Municípios

O desenvolvimento sustentável e a próxima geração de programas da UE serão alguns dos principais temas em debate na 8.ª Cimeira Europeia das Regiões e dos Municípios , que terá lugar em 14 e 15 de março, em Bucareste – apenas duas semanas antes da saída prevista do Reino Unido da UE, em 29 de março, e dois meses antes das eleições europeias.

Mais de 500 dirigentes europeus, nacionais, regionais e locais de todos os Estados-Membros da UE reunir-se-ão na capital romena para debater o contributo dos órgãos de poder local e regional para o «Futuro da Europa». Sob o lema «Renovar a Europa», a Cimeira será o maior encontro de nível político de presidentes de municípios, presidentes de regiões e outros representantes eleitos ao nível local e regional de toda a União organizado este ano.

O evento também acolherá 100 jovens políticos eleitos ao nível local e regional, que participarão ativamente no debate sobre o futuro da Europa. Marcará igualmente o lançamento oficial da iniciativa do Comité sobre uma nova rede de polos regionais (#RegHub) , na presença das 20 regiões participantes.

Para participar no evento, inscreva-se na página da Presidência romena da UE relativa à acreditação dos meios de comunicação social (prazo: 1 de março). Só os jornalistas inscritos poderão obter a acreditação de imprensa.

Informações gerais

O CR elaborou este parecer com base num estudo exaustivo publicado em 2018.

Novembro de 2018 – Estudo do CR «Towards an 8th Environment Action Programme – Local and regional dimension» [Rumo ao 8.º Programa de Ação em matéria de Ambiente – A dimensão local e regional].

Março de 2018 – Parlamento Europeu – Relatório sobre a execução do 7.º Programa de Ação em matéria de Ambiente.

Prioridades da Comissão ENVE do CR para 2019.

Política ambiental na Europa .

O que é a garantia de conformidade ambiental?

Contacto: David Crous | david.crous@cor.europa.eu | +32 (0) 470 88 10 37

Partilhar :
 
Notícias relacionadas

1.HTTPS://COR.EUROPA.EU/PT/NEWS/PAGES/SMES-HOUSEHOLD-ENERGY-CRISIS.ASPX

2.HTTPS://COR.EUROPA.EU/PT/NEWS/PAGES/CITIES-AND-REGIONS-SKETCH-OUT-NEXT-ENVIRONMENT-ACTION-PROGRAMME.ASPX

Poder local e regional, PME e agregados familiares da UE precisam de apoio específico dos fundos de emergência da UE para inverterem crise energética
Poder local e regional, PME e agregados familiares da UE precisam de apoio específico dos fundos de emergência da UE para inverterem crise energética
01.12.2022

1.HTTPS://COR.EUROPA.EU/PT/NEWS/PAGES/CIRCULAR-TRANSITION-TEXTILES-CLOTHING-LEATHER-FOOTWEAR-INDUSTRY-.ASPX

2.HTTPS://COR.EUROPA.EU/PT/NEWS/PAGES/CITIES-AND-REGIONS-SKETCH-OUT-NEXT-ENVIRONMENT-ACTION-PROGRAMME.ASPX

EU local and regional authorities push for circular transition of the textiles, clothing, leather and footwear industry
EU local and regional authorities push for circular transition of the textiles, clothing, leather and footwear industry
30.11.2022

1.HTTPS://COR.EUROPA.EU/PT/NEWS/PAGES/FOOD-CRISIS-EU-REGIONAL.ASPX

2.HTTPS://COR.EUROPA.EU/PT/NEWS/PAGES/CITIES-AND-REGIONS-SKETCH-OUT-NEXT-ENVIRONMENT-ACTION-PROGRAMME.ASPX

Crise alimentar: dirigentes regionais e locais da UE apelam ao investimento na produção local em prol de alimentos sustentáveis e a preços acessíveis
Crise alimentar: dirigentes regionais e locais da UE apelam ao investimento na produção local em prol de alimentos sustentáveis e a preços acessíveis
30.11.2022

1.HTTPS://COR.EUROPA.EU/PT/NEWS/PAGES/NAT-15TH-COMMISSION-DEBATE.ASPX

2.HTTPS://COR.EUROPA.EU/PT/NEWS/PAGES/CITIES-AND-REGIONS-SKETCH-OUT-NEXT-ENVIRONMENT-ACTION-PROGRAMME.ASPX

15th NAT commssion: Bioeconomy debate
15th NAT commssion: Bioeconomy debate
23.11.2022

1.HTTPS://COR.EUROPA.EU/PT/NEWS/PAGES/NAT-22112022.ASPX

2.HTTPS://COR.EUROPA.EU/PT/NEWS/PAGES/CITIES-AND-REGIONS-SKETCH-OUT-NEXT-ENVIRONMENT-ACTION-PROGRAMME.ASPX

Low carbon agriculture, Health Data Space and pesticides on the agenda of the CoR NAT meeting
Low carbon agriculture, Health Data Space and pesticides on the agenda of the CoR NAT meeting
22.11.2022