Clique aqui para obter uma tradução automática do texto seguinte.
O Pacto Ecológico Europeu chega ao nível local  

« O sucesso do Green Deal passará pela auscultação e adoção da perspetiva dos órgãos de poder locais e regionais e através da cooperação dos diferentes países » , afirma Ricardo Rio, Presidente da Câmara Municipal de Braga e membro do novo grupo de trabalho do Comité das Regiões Europeu.

O Comité das Regiões Europeu lançou esta semana o Grupo de Trabalho para o Pacto Ecológico a Nível Local. Composto por 13 representantes eleitos a nível local e regional, o seu objetivo é assegurar que os municípios e as regiões da UE participam diretamente na definição, execução e avaliação das inúmeras iniciativas no âmbito do Pacto Ecológico Europeu, a estratégia de crescimento sustentável da UE para obter a neutralidade climática em 2050.

Chegou o momento de investir em conjunto e de acelerar a transição para uma economia limpa, sustentável e neutra em emissões de carbono. Através do pacote de recuperação da UE e do Pacto Ecológico Europeu, cumpre-nos capacitar e financiar os municípios e as regiões para reforçar a resiliência e recuperar da crise da COVID-19. É esta a mensagem principal da primeira reunião do Grupo de Trabalho para o Pacto Ecológico a Nível Local que teve lugar no dia 15 de junho. O grupo de trabalho inicia as suas atividades no momento em que a Comissão Europeia apresentou um novo instrumento de recuperação de 750 mil milhões de euros e reforçou os elementos relacionados com o clima no orçamento de longo prazo de 1 100 mil milhões de euros proposto para 2021-2027. Agora, é necessária a aprovação dos Estados-Membros da UE e do Parlamento Europeu.

Ricardo Rio (PT-PPE) , Presidente da Câmara Municipal de Braga, afirmou depois da primeira reunião: « Neste tempo de enormes desafios, há uma oportunidade clara para a afirmação de um novo modelo de desenvolvimento. O Green Deal estabelece uma visão para unificar a UE do ponto de vista da sustentabilidade, mas também representa esse novo e necessário modelo de desenvolvimento europeu que os cidadãos desejam. O seu sucesso passará também pela auscultação e adoção da perspetiva dos órgãos de poder locais e regionais e através da cooperação dos diferentes países. Desta forma, o principal objetivo deste grupo de trabalho será discutir com os diferentes parceiros a forma como estes órgãos poderão aumentar o impacto destas novas políticas, mas também discutir a capacidade e a necessidade de uma eficaz implementação às metas assumidas na transição para um desenvolvimento sustentável. »

Juan Espadas (ES-PSE) , presidente do município de Sevilha e presidente do grupo de trabalho, afirmou: «O mundo enfrenta a recessão mais grave de que há memória, mas não devemos esquecer que o desafio climático não desapareceu. O Pacto Ecológico Europeu é a melhor ferramenta que temos para enfrentar ambas as crises em conjunto. Constitui uma oportunidade para investir em transportes públicos não poluentes, nas energias renováveis, no isolamento a preços acessíveis das habitações, na agricultura sustentável e na proteção da biodiversidade. Trata-se de uma revolução positiva, mas que só pode realizar-se com a plena participação dos municípios e das regiões e com o apoio europeu. Na qualidade de presidente do grupo de trabalho, quero garantir que os nossos pedidos se fazem ouvir alto e bom som.»

Diederik Samsom , chefe de gabinete de Frans Timmermans, vice-presidente executivo da Comissão Europeia responsável pelo Pacto Ecológico Europeu, dirigiu-se aos membros do grupo de trabalho: «Comprometemo-nos a assegurar que o Pacto Ecológico chega ao nível local. A crise da COVID-19 exige que nos adaptemos a uma nova realidade, mas também que priorizemos e aceleremos a aplicação dos elementos do Pacto Ecológico que contribuem diretamente para o crescimento e o emprego, por exemplo, a «vaga de renovação», a economia circular e a ecologização dos nossos municípios e transportes urbanos. Para ter êxito, qualquer transição tem de estar firmemente alicerçada nos municípios e nas regiões europeus. Temos de trabalhar em conjunto para conseguir resultados para os cidadãos europeus.»

O Grupo de Trabalho para o Pacto Ecológico a Nível Local tem como objetivo assegurar que tanto o Pacto Ecológico Europeu como a estratégia de recuperação da UE se traduzem efetivamente em projetos concretos, bem como no financiamento direto em prol dos órgãos de poder local e regional. O grupo de trabalho tem três objetivos específicos :

  • Reunir os pontos de vista dos municípios e das regiões presentes no CR sobre as múltiplas iniciativas de política no âmbito do Pacto Ecológico Europeu e assegurar que a sua voz é ouvida;
  • Facilitar a colaboração entre as instituições da UE, a fim de colocar os municípios e as regiões no centro das políticas de promoção da neutralidade carbónica;
  • Transmitir os desafios que os órgãos de poder local e regional enfrentam na implementação da transição ecológica ao nível local e destacar as suas realizações e boas práticas, de modo a facilitar a sua aplicação em toda a União Europeia.

Os dossiês prioritários atuais do grupo de trabalho incluem a Lei Europeia do Clima e o Pacto Europeu para o Clima , o Fundo para uma Transição Justa , uma nova estratégia industrial para a Europa , ar e água limpos , o hidrogénio , o Novo Plano de Ação para a Economia Circular , a biodiversidade e as florestas .

O grupo de trabalho é composto por 13 membros das seis comissões e dos seis grupos políticos do CR, tornando-o uma iniciativa verdadeiramente horizontal e inclusiva.

O grupo de trabalho reunir-se-á regularmente e contribuirá para as reuniões plenárias do Comité das Regiões Europeu, a partir da próxima reunião plenária de 1 e 2 de julho, com um debate sobre o tema «As regiões e os municípios para a recuperação ecológica» , que contará com a participação do deputado ao Parlamento Europeu e presidente da Comissão ENVI do Parlamento Europeu, Pascal Canfin . Realizar-se-ão mais dois debates: um sobre o futuro Quadro Financeiro Plurianual à luz da recuperação da crise da COVID-19, com o comissário Johannes Hahn , e outro sobre os aspetos económicos da recuperação da COVID-19, com o comissário Thierry Breton .

Contexto:

Clique aqui para aceder ao novo portal do Pacto Ecológico a Nível Local.

Consulte aqui a resolução relativa ao Pacto Ecológico Europeu, adotada pelo Comité das Regiões Europeu em dezembro de 2019.

Relatores do Pacto Ecológico Europeu em destaque: já pode ler aqui a nossa nova série de entrevistas.

O Pacto Ecológico Europeu é o roteiro para tornar a economia da UE sustentável. Engloba uma nova estratégia de crescimento sustentável, bem como um conjunto de medidas legislativas, ações de política e mecanismos de financiamento. O seu triplo objetivo é que deixem de existir emissões líquidas de gases com efeito de estufa até 2050, que o crescimento económico se dissocie da exploração dos recursos e que não se deixe para trás ninguém nem nenhuma região ( Comissão Europeia ). O âmbito do Pacto Ecológico Europeu inclui os seguintes domínios:

  • Energia sustentável
  • Economia circular
  • Transportes limpos
  • Natureza & biodiversidade
  • Alimentação & agricultura
  • Finança verde

Contacto:

David Crous

david.crous@cor.europa.eu

+32 (0) 470 88 10 37

Partilhar :
 
Notícias relacionadas

1.HTTPS://COR.EUROPA.EU/PT/NEWS/PAGES/NAT-SHORT-TERM-RENTAL.ASPX

2.HTTPS://COR.EUROPA.EU/PT/NEWS/PAGES/THE-EUROPEAN-GREEN-DEAL-IS-GOING-LOCAL-.ASPX

Tourism: regions and cities need transparency rules and access to data in order to regulate short-term rentals
Tourism: regions and cities need transparency rules and access to data in order to regulate short-term rentals
31.01.2023

1.HTTPS://COR.EUROPA.EU/PT/NEWS/PAGES/COP15-.ASPX

2.HTTPS://COR.EUROPA.EU/PT/NEWS/PAGES/THE-EUROPEAN-GREEN-DEAL-IS-GOING-LOCAL-.ASPX

COP15: European Committee of the Regions formally recognised as key partner to implement the Kunming-Montreal global biodiversity framework
COP15: European Committee of the Regions formally recognised as key partner to implement the Kunming-Montreal global biodiversity framework
19.12.2022

1.HTTPS://COR.EUROPA.EU/PT/NEWS/PAGES/EU'S-ZERO-POLLUTION-AMBITION.ASPX

2.HTTPS://COR.EUROPA.EU/PT/NEWS/PAGES/THE-EUROPEAN-GREEN-DEAL-IS-GOING-LOCAL-.ASPX

The 'One Health' approach must be at the forefront of the EU's Zero Pollution Ambition
The 'One Health' approach must be at the forefront of the EU's Zero Pollution Ambition
14.12.2022

1.HTTPS://COR.EUROPA.EU/PT/NEWS/PAGES/VALEA-JIULUI-DEVELOPMENT-SOCIETY-PROJECT.ASPX

2.HTTPS://COR.EUROPA.EU/PT/NEWS/PAGES/THE-EUROPEAN-GREEN-DEAL-IS-GOING-LOCAL-.ASPX

Valea Jiului Development Society Project crowned “Transformative Action of the Year 2022”
Valea Jiului Development Society Project crowned “Transformative Action of the Year 2022”
09.12.2022

1.HTTPS://COR.EUROPA.EU/PT/NEWS/PAGES/MORE-AMBITIOUS-BIODIVERSITY-TARGETS.ASPX

2.HTTPS://COR.EUROPA.EU/PT/NEWS/PAGES/THE-EUROPEAN-GREEN-DEAL-IS-GOING-LOCAL-.ASPX

EU cities and regions call for more ambitious biodiversity targets
EU cities and regions call for more ambitious biodiversity targets
09.12.2022